Dezembro 21 2009

não. não tinhas o direito.

não tinhas o direito de me deixar sozinha, sem ti, muito menos da forma como me deixaste.

não tinhas, nem nunca tiveste o direito de me mentir como mentiste, sem escrúpulos nem compaixão. não tinhas o direito de me deixar feliz, quando lá no fundo era precisamente o contrário.

tenho nojo de ti, de mim e de nós.

publicado por por preencher às 19:59

E eu tenho orgulho em ti por escreveres isto,embora te custe!
*.*
merosrabiscos a 25 de Dezembro de 2009 às 03:18

pretérito demasiado imperfeito
mais sobre mim
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
18
19

20
22
23
24
26

27
28
29
30
31


pesquisar
 
blogs SAPO